Ação Judicial pede o afastamento imediato de Jefferson Portela e do Coronel Luongo dos seus cargos

A Coligação “Maranhão quer mais” entrou com uma Ação de Investigação de Judicial Eleitoral que pede de forma imediata, o afastamento até a realização do segundo turno das eleições, de Jefferson Portela e do Coronel Jorge Allen Guerra Luongo dos cargos de secretário de Segurança Pública e do Comando da Polícia Militar do Maranhão, respectivamente. O pedido é feito com intuito “de resguardar a democracia e evitar a utilização irregular de toda a estrutura do sistema de segurança pública no pleito eleitoral”.

De acordo com a Coligação “Maranhão quer mais”, a “tutela cautelar torna-se mais necessária após o fato ocorrido no dia 01/10/2018, em que o agente de polícia Civil Jaldemir Diniz Duarte, lotado na Delegacia Geral de Policia Civil e a mando do Delegado Geral, prendeu arbitrariamente, militantes de um candidato a deputado estadual, sob pretexto de estar diligenciando alerta de populares”. 

A peça jurídica é sustentada após uma constatação de um “realidade perigosa, uma vez que Oficiais da Polícia Militar (estão sendo usados), com poderio capaz de desequilibrar tendenciosamente o pleito, a serviço do partido comunista (PCdoB), na pessoa do Governador, candidato a reeleição”.

A banca de advogados da Coligação “Maranhão quer mais”, ainda argumenta que “a ação de investigação judicial eleitoral é destinada a proteger a legitimidade e normalidade das eleições, coibindo o abuso de poder econômico ou político, bem como a fraude geral nos pleitos eleitorais”.

Além do pedido de afastamento de Jefferson Portela e Coronel Luongo, ainda é pedida a inelegibilidade de Flávio Dino, Carlos Brandão, Eliziane Gama e Weverton Rocha por se beneficiarem de forma direta do abuso de poder político aplicado pelo Governo do Maranhão.

A Coligação “Maranhão quer mais” ainda pede que sejam ouvidas como testemunhas, os seguintes militares:

1) Coronel Sá (Comandante da Academia da Policia Militar);
2) Coronel Edivaldo (Comandante do Policiamento Metropolitano);
3) Coronel Marques Neto (Comandante de Missões Especiais);
4) Coronel Leite (Chefe do Gabinete Militar do Palácio dos Leões);
5) Coronel Honório (Comandante do Batalhão de Turismo);
6) Coronel Alexandre (Comandante do Policiamento da área de Caxias, Coroatá e Codó);
7) Coronel Ismael (Comandante do GTA);
8) Coronel Pedro Ribeiro (Subcomandante da PMMA);
9) Coronel Aritan (Comandante do Policiamento Metropolitano)
10) Tenente Capelão PEDRO DE LIMA VILLELA, filiado do PDT de Chapadinha
11) Coronel Capelão MISAEL MENDES DA ROCHA, filiado do PTB de São Luís
12) Major Capelão JOSÉ RAIMUNDO LOPES SOUSA, filiado do PP,
13) Tenente Capelão FRANCISCO FÁBIO SILVA LEITE, filiado do PPS,
14) Tenente Capelão JESSÉ LEMOS COUTINHO, filiado ao DEM de São Luís
15) Capitão Capelão PAULO GUILHERME FERNANDES DE OLIVEIRA, filiado do PSC,
16) 1º Tenente Capelão ERNAMILSON GOMES DE MACÊDA, filiado ao PR de Imperatriz

Fonte: Diego Emir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *