Auditoria diz que hospital de Bacuri está precário

Auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) constatou que o Hospital Municipal de Bacuri está em total estado de abandono. A fiscalização ocorreu entre os dias 28 de maio e 3 de junho de 2017.

Segundo o relatório, entre o período de janeiro de 2016 a abril de 2017 o Fundo Nacional de Saúde transferiu para o Fundo Municipal de Saúde de Bacuri montante de R$ 3.382.565,67 milhões. Mas não foi visto qualquer tipo de investimento na área da saúde no município.

O único hospital da cidade apresenta uma série de irregularidades, entre elas estão: enfermarias sem ventilação e sem nenhum tipo de climatização, banheiros sem ralo e com descargas sem tampa de proteção, parte dos colchões danificados, e falta de colchão em um leito, inexistência de equipamento e/ou material para reanimação cárdio respiratória.

Durante a fiscalização, os auditores identificaram que os vestiários estão em péssimo estado, apresentando vastas áreas de infiltrações e fungos, a sala de parto está com infiltração e parte do reboco caindo, local do ar condicionado com vedação improvisado (papelão), o que propiciam a contaminação, a sala de cirurgia não tem climatização, o que inviabiliza a sua utilização;

A unidade hospitalar também não possui Diretor Clínico, Alvará Sanitário, Comissão de Revisão de Prontuários, Comissão de Revisão de Óbitos, Comissão de Controle de Infecção Hospitalar-CCIH e Comissão Interna de Prevenção de Acidentes.

Além do Hospital Municipal, outras unidades básicas de saúde de Bacuri também estão em estado de precariedade, conforme relatou a auditoria.

Fonte: Neto Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *