Ação conjunta entre Polícia Civil e Militar desarticula Organização criminosa que aterrorizava Litoral e Alto Turí

Policiais de Turiaçu tiram de circulação o perigoso “Jamanta” , alcunha de Iranilson Melo Assunção, de 20 anos, procurado pela Polícia por vários assaltos praticados nas estradas de Turiaçu, além de outros municípios como Apicum Açu, Serrano do Maranhão e Bacuri, Cururupu, Turilândia e Santa Helena.

A operação se deu no povoado Capoeira de Gado, região dos Campos.  Os policiais deram cumprimento ao mandado de prisão nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (17), após dois meses de ações ininterruptas, que localizaram o paradeiro de “Jamanta”.

Com essa exitosa Operação a equipe Selva da Polícia Civil e Destacamento de Polícia Militar de Turiaçu, desarticula assim o chamado “bando do Jamanta”, um bando de criminosos que aterrorizou a Região dos Campos, praticando vários crimes, dentre roubos, furtos contra sua própria gente.

Nas estradas dos municípios citados, Jamanta e seu bando, formado dentre outros por vulgo “Pitombinha”, “Coti’, e Diego, além de “Nico”, Lailton e Ezequiel e Angelo, sendo que estes últimos foram mortos na ação ocorrida na primeira fase da operação, levaram muito medo e terror por muito tempo.

A população já estava revoltada, atacavam pois os relacionados faziam muitas vítimas, sendo alvos dos bandidos van de passageiros, motos, caminhões baús, veículos de carga e outros.

Considerado um criminoso de alta periculosidade, Jamanta fez um vídeo com seus comparsas, que viralizou nas redes sociais, onde ameaçava a população, desafiava as autoridades e enaltecia as ações da Organização Criminosa Comando Vermelho.

Agora, terá muitas contas a acertar com a Justiça.

Fonte: Vandoval Rodrigues

CGU divulga relatório que aponta indícios de desvio de recursos na Prefeitura de Turiaçu, no Maranhão

CGU divulgou relatório nesta terça (4) que aponta indícios de desvio de recursos na Prefeitura de Turiaçu

A Controladoria Geral da União (CGU) divulgou um relatório nesta terça-feira (4) que apresenta contratos e movimentações financeiras suspeitas na Prefeitura de Turiaçu, a 154 km de São Luís. O documento deve ser encaminhado para órgãos de controle do estado.

“O resultado de nosso trabalho pode ser tanto o a devolução dos recursos, quanto a penação dos responsáveis por toda a situação que ocorreu em Turiaçu”, declarou Leandro Fonseca, representante do Tribunal de Contas da União.

Os técnicos da CGU auditaram R$ 122 milhões de verbas federais recebidas pelo município entre os anos de 2016 e 2017. Segundo a Controladoria, há fortes indícios de irregularidades nas áreas de saúde e educação. Um dos itens que chamou a atenção dos auditores foi o valor destinado para a reforma das escolas, no qual 90% dos quase R$ 9 milhões em recursos não teriam sido aplicados.

“Fora isso a gente tem a questão da má aplicação em outros programas. A gente tem na merenda escolar, nos recursos destinados à saúde… que a gente também não conseguiu comprovar a aplicação desses recursos”, afirmou o chefe do Núcleo de Ações de Controle da CGU, José Costa Miranda Júnior.

Na escola municipal Ieda Viana Ribeiro, um auditor federal gravou um vídeo que mostra problemas estruturais na unidade. Ele também procura por 200 carteiras que o município declarou ter comprado para a escola. No entanto, ele encontra várias carteiras deterioradas e as novas não chegam a 15.

Auditor encontra grande quantidade de carteiras velhas em escola que deveria ter mais de 200 carteiras novas em Turiaçu

Para o CGU, a empresa que venceu a licitação deveria fornecer 2.200 carteiras para as escolas do município por meio de um investimento de R$ 398.960,00 oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

O contrato foi firmado entre o prefeito Joaquim Umbelino Ribeiro e um empresário, que não teve o nome divulgado. O homem é carpinteiro, servente de obras, pedreiro e inscrito no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal, que é voltado para pessoas de baixa renda.

Os documentos apontam que 41 escolas foram reformadas. Das nove empresas que realizaram os serviços, todas tem sócios vinculados ao Bolsa Família, são de ‘fachada’ e já foram citadas em outros relatórios da CGU.

O relatório também mostra indícios de irregularidades na contratação de empresas para transporte e merenda escolar. Na área da saúde, uma empresa vencedora de licitação no valor de R$ 1,6 milhão não tinha medicamentos no estoque e nem faziam compras. Por isso, emitiam notas fraudulentas, de acordo com o CGU.

Ainda segundo o relatório, uma Unidade Básica de Saúde funcionava em um cômodo de casa de família e não tinha atendimento constante. Há também informações de médicos que atendiam apenas uma vez por semana ou por mês, apesar de serem contratados para cumprir jornada de 44 horas semanais.

“Além das contas anuais que serão apreciadas, a gente vai fazer com que esse relatório seja encaminhado ao Tribunal de Contas para que as responsabilizações sejam feitas. Nós pediremos também as suspensões cautelares, caso essas contratações ainda permaneçam sendo realizadas pelo município”, contou Flávia Gonzalez, procuradora do Ministério Público de Contas junto ao TCE

Em nota, a Prefeitura de Turiaçu disse que ainda não foi notificada oficialmente sobre o resultado do relatório da CGU. Diz ainda que o prefeito Umbelino Ribeiro está à disposição para colaborar com todas as informações necessárias.

Fonte: G1MA

Cerimônia de casamento comunitário de Turiaçu é adiada para o dia 31 de janeiro

A juíza Urbanete de Angiolis Silva, titular da comarca de Turiaçu, adiou a realização do projeto “Casamentos Comunitário”, na comunidade. A cerimônia, que seria realizada no dia 6 de dezembro de 2018, foi transferida para o dia 31 de janeiro de 2019.
A solenidade será realizada às 17h, no Sítio Caieteuara (do professor Hélio), localizado na MA 209, em frente à Escola Municipal “Aires do Espírito Santo Ribeiro”, em Canário, Turiaçu.
As inscrições abertas para 100 casais já foram encerradas na Serventia Extrajudicial do Ofício Único de Turiaçu (Rua Lutgard de Oliveira, s/n.º, Centro). Todos os atos relacionados ao projeto “Casamentos Comunitários” são gratuitos. A gratuidade inclui a expedição de 2ª via do assento de nascimento ou casamento, se necessário.

TURIAÇU: Operação Policial em resulta em dois mortos, feridos e prisões

Uma operação envolvendo as policias Cível e Militar do Maranhão, realizada nas últimas horas, numa área quilombola no municipio de Turiaçu e concluída no inicio da manha dessa terça-feira (27), resultou em mortos e feridos. A ação teve como alvo um grupo liderado por um elemento identificado por “Pitombinha”.
As primeiras informações são de que dois elementos foram mortos, outros dois feridos e um está foragido. A ação policial foi deflagrada após o grupo, que estava aterrorizando as cidades Turiaçu, Serrano e Apicum-Açu passou ameaçar moradores e a própria policia em grupos de whatsapp.
Até o momento os mortos foram identificados apenas como “Ezequielzinho”, 18 anos, outro por “Angelo”, ambos não estavam portando documentos. Um dos elementos se encontra hospitalizado, ele foi vitima de tentativa de linchamento pela população. Os corpos dos mortos se encontram no necrotério da cidade de Turiaçu.
Segundo a policia, o líder do grupo foi preso no último sábado (25), “Pitombinha” é natural de Apicum-Açu, de onde seria foragido pela pratica de vários crimes, inclusive homicídio.

TURIAÇU | Biblioteca Municipal está abandonada e esquecida

Foto Biblioteca Municipal Professor Robson Campos Martins em Turiaçu

Localizada na Rua Duque de Caxias, no município de Turiaçu, a Biblioteca Municipal Professor Robson Campos Martins está completamente abandonada.

O Blog, recebeu algumas fotos da área externa do patrimônio público nesta segunda feira (19).
Desativada, a Biblioteca encontra-se com enormes rachaduras nas paredes, telhado quebrado, sem a menor condição de uso. Segundo informações, o local ainda chegou a ser reaberto ao público, mas não durou muito tempo e foi fechada novamente.
O Blog não teve acesso a área interna da Biblioteca para saber as condições de conservação dos livros.
Nos colocamos a disposição  para quaisquer esclarecimentos da Prefeitura Municipal.