Dino inicia novo mandato com base orgânica de 32 deputados na AL

Se terminou o primeiro mandato – pelo menos até antes da campanha eleitoral – tendo problemas para manter sua base na Assembleia Legislativa mobilizada nas votações mais importantes para o Executivo, o governador Flávio Dino (PCdoB) deve começar o segundo mandato com muito mais tranquilidade.

Considerando-se apenas os aliados ditos orgânicos, o comunista terá, a partir de fevereiro de 2019, nada menos que 32 deputados aliados na Casa.

Entre os dez restantes – são 42 na AL -, estão figuras como Rigo Teles (PV) e Antonio Pereira (DEM), que também devem votar com o governo.

Pará Figueiredo (PSL), Felipe dos Pneus (PRTB), Zé Gentil (PRB) e Roberto Costa (MDB) podem adotar, inicialmente, postura independente.

Restam à oposição, quatro nomes: Adriano Sarney (PV), Wellington do Curso (PSDB), César Pires (PV) e Arnaldo Melo (MDB).

Fonte: Gilberto Leda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *