Sem dinheiro nos cofres, Maranhão viverá dias de angustias nos próximos dois anos

“A situação financeira do nosso estado para os próximos dois anos será de penúria, pois não existe mais dinheiro disponível para obras e pagamentos de fornecedores e a preocupação inicial é com a folha”, foi o que revelou ontem ao blog uma fonte da Secretaria de Estado do Planejamento.

Não existe mais dinheiro em caixa disponível para prosseguir com as obras em andamento e muito menos para iniciar as planejadas, como as policlínicas anunciadas pelo governador Flávio Dino durante o programa eleitoral.

Aquele empréstimo bilionário do BNDES zerou. Foram aplicados em conclusão de obras como hospitais, estradas e escolas. A preocupação agora é que a partir de janeiro novos empréstimos estarão trancados; até pela falta de capacidade esgotada do Maranhão.

O ano de 2019 será de muito sacrifício para todos os governadores reeleitos e eleitos, pois será o momento em que o pais passará por ajustes que serão levados a efeito pelo novo presidente do Brasil.

É aguardar e conferir!

Fonte: Luis Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *